Home / Quer fechar a sua varanda com vidro? Veja o que fazer!

Quer fechar a sua varanda com vidro? Veja o que fazer!

   12 de julho de 2018                Guardian

Sem perder tempo, a gente já começa com um desafio. Puxe pela memória e lembre algumas coisas que viraram febre nos últimos anos. Stranger Things, Game Of Thrones, FIFA, La Casa de Papel e, a mais importante delas, a varanda fechada com vidro. Essa mudança amplia uma área que, na maioria das vezes, não recebe tanta atenção e cria um novo espaço – que para muita gente é o mais aconchegante da casa. Não é difícil de entender por que esse tipo de reforma mexe tanto com o psicológico das pessoas.

 

O morador ganha conforto, bem-estar e, principalmente, mais espaço no apartamento. O minimalismo habitacional impressiona: no ano passado, uma incorporadora anunciou a construção de apartamentos de 10 m², no bairro de Higienópolis, zona oeste da capital paulista. Para quem não se acostumou ainda a viver em cubículos, a varanda fechada com vidro pode ser uma grata e providencial saída.

 

O condomínio autoriza?

 

Antes de encarar a reforma, troque uma ideia com o síndico. Começar a obra na varanda sem saber se o condomínio permite esse tipo de reestruturação pode te levar a um gasto desnecessário. Geralmente, as cores e tipos de vidro seguem um padrão, ou seja, você não pode levar em consideração só a sua escolha e o seu capricho, por mais bom gosto que você tenha.

 

A fachada da varanda faz parte do chamado bem comum de um prédio, então, qualquer alteração, inclusive o uso de vidro, deve ser aprovado. O Código Civil estabelece uma multa de até cinco vezes o valor do condomínio para aqueles que descumprirem a regra. Portanto, se quiser impor o seu bom gosto, vá à luta: convoque uma assembleia geral.

 

Ouça os especialistas

 

Nem sempre o síndico está de má vontade. A questão, às vezes, é estrutural. Os vidros são pesados e podem sobrecarregar a varanda e, consequentemente, a estrutura dos prédios. Por isso, não vacile: a análise de um especialista – arquiteto ou engenheiro – é fundamental.

 

Até o IPTU pode aumentar

 

Se o seu décimo terceiro salário mal sobreviveu às compras de Natal, cuidado com a surpresinha do IPTU. As varandas sem vidro – só para tomar um arzinho de vez em quando – não são consideradas áreas de construção. Portanto, não entram na base de cálculo do imposto.

 

Agora, se você fechar com vidro e integrar a varanda com a sala, a prefeitura e a justiça podem entender que houve um aumento da área útil da sua casa. Aí, a cobrança do IPTU será, sim, inevitável.

 

Benefícios

 

Para não dizer que não falamos das flores, fechar a varanda com vidro traz muitas vantagens. Você não sofrerá mais com a chuva e com a poluição sonora. Quem mora perto de grandes avenidas sabe do que estamos falando. Sem contar os benefícios para a saúde: os vidros também vão te proteger da radiação UV, o que vale muito em um país em que o tipo mais frequente de câncer é o de pele, além de proteger a sua mobília.

 

Varanda gourmet: um ótimo negócio, desde que seja usada com moderação

 

A velha tática do morde e assopra. Depois de morder com o IPTU, vamos assoprar com duas ótimas notícias: as varandas gourmet valorizam o seu imóvel e aumentam as chances de venda e locação.

 

Para o morador do apê, a velha dica da propaganda de cerveja: aprecie a varanda com moderação. Cuidado só para não transformar o espaço em uma balada, com música alta, karaokê e churrasco. Nem todo vizinho está a fim de suportar uma festa, principalmente, depois das 22h.

 

Vidro de controle solar da linha SunGuard da Guardian é a solução

 

A linha de vidros de controle solar SunGuard voltados para residências da Guardian traz a perfeita harmonia entre conforto, proteção solar e eficiência energética. Mas não confunda com um filme adesivo. Os vidros são permanentes e sustentáveis, já que geram um menor consumo de energia do ar-condicionado. Eles reduzem em até 64% a entrada de calor solar na sua varanda, evitando que a sua casa fique uma “estufa”. Os vidros de controle solar da linha SunGuard indicados para uso em residências são: SunGuard Neutral, SunGuard LB52, SunGuard Neutral 70 e SunGuard ReflectGuardian, SunGuard Neutral 14 e SunGuard Silver 32.

 

Moral da história: seus móveis, cortinas e pisos serão protegidos da radiação. Deu vontade de experimentar, né? Entre em contato com um dos nossos fornecedores ou o vidraceiro mais próximo e conheça os muitos benefícios dos vidros Guardian.

Compartilhe:            

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial